03 ago 2022

Santa Lídia, uma das primeiras a ser venerada pela Igreja

Discípula de Paulo

Origens 

O culto a Santa Lídia é uma das tradições mais antigas da Igreja. Sua casa foi a primeira igreja fundada na Europa por São Paulo.

Lídia veio da Grécia asiática e instalou-se para o seu comércio em Filipos, porto do Mar Egeu.

Discípula de Paulo 

Ela e a família se converteram no ano 55 quando encontraram os apóstolos Silas, Timóteo, Lucas e Paulo. Essa conversão é narrada no Ato dos Apóstolos por São Lucas: “Dali fomos a Filipos,  que é a cidade principal daquele distrito da Macedônia, uma colônia (romana). Nesta cidade nos detivemos por alguns dias. No sábado, saímos fora da porta para junto do rio, onde pensávamos haver lugar de oração. Aí nos assentamos e falávamos às mulheres que se haviam reunido. Uma mulher, chamada Lídia, da cidade dos tiatirenos, vendedora de púrpura, temente a Deus, nos escutava. O Senhor abriu-lhe o coração para atender às coisas que Paulo dizia” (At 16,12-14).

Depois disto, ela os convidou: “Se vocês me consideram fiel ao Senhor, permaneçam em minha casa”.

Influente e rica 

Lídia era uma comerciante de púrpura, corante usado em tecidos finos, como a seda e a lã de qualidade. Dessa forma, ela era considerada uma mulher rica e influente, o que a ajudou a evangelizar outros filipenses. A missão de levar o Evangelho para o Ocidente a manteve próxima ao apóstolo Paulo.

O nome de Lídia foi incluso no Martirológico romano pelo cardeal César Barónio, em 1607, que estava responsável pela revisão da lista de santos.

Minha oração 

“Ó santa Lídia, umas das primeiras santas a ser venerada, ajuda-me a abrir meu coração a Jesus como tu fizestes ouvindo os apóstolos. Que minha casa também seja Igreja, lar de fé e esperança. Amém. ” 

Santa Lídia, rogai por nós!

Outros santos e beatos celebrados em 3 de agosto: 

  • Em Nápoles, na Campânia, região da Itália, Santo Asprenate, primeiro bispo desta cidade. († s. II-III)
  • Em Autun, hoje na França, Santo Eufrónio, bispo. († d. 475)
  • No monte Mássico, região da Itália, São Martinho, que permaneceu durante muitos anos recluso numa caverna. († 580)
  • Em Anágni,  também região da Itália, São Pedro, bispo. († 1105)
  • Em Lucera, também região da Itália, o Beato Agostinho Kazotic, bispo, da Ordem dos Pregadores. († 1323)
  • Em Alicante, na Espanha, o Beato Salvador Ferrándis Segui, presbítero e mártir. († 1936)
  • Em Samalus, também na Espanha, os beatos mártires Afonso López López, presbítero, e Miguel Remon Salvador, religioso, ambos da Ordem dos Frades Menores Conventuais. († 1936)
  • Em Barcelona, também na Espanha, o Beato Francisco Bandrés Sánchez, presbítero da Sociedade Salesiana e mártir. († 1936)
  • Em Ronda, perto de Málaga, também na Espanha, os beatos António Mohedano Larriva e António Pancorbo López, presbíteros da Sociedade Salesiana e mártires. († 1936)
  • Fontes:
  • vatican.va e vaticannews.va
  • Martirológico Romano – liturgia.pt
  • Arquisp.org.br

– Produção e edição: Bianca Vargas

Comentários

Pai das Misericórdias

Pedido de Oração

Enviar
  • Aplicativo Liturgia Diária

    Com o aplicativo Liturgia Diária – Canção Nova, você confere as leituras bíblicas diárias e uma reflexão do Evangelho em texto e áudio. E mais: você ainda pode agendar um horário para estudar a palavra por meio do aplicativo.