29 fev 2020

Beata Antônia da Firenze

Antônia ou Antonieta nasceu no ano de 1400. Foi levada ao casamento aos 15 anos. Ficando viúva com um filho. Entrou, alguns anos depois da segunda viuvez, nas Clarissas de Santo Onófrio, onde edificou as irmãs pela piedade e todas as virtudes. Foi enviada para o Convento de Santa Ana em Folinho, e depois veio a ser superiora do convento de Santa Isabel em Áquila.

Passados vários anos, São João de Capristano, seu diretor, fez que lhe dessem o mosteiro Corpus Christi, em Áquila, no qual ela fez que renascesse a observância em toda a pureza.

O filho que esbanjava os bens só lhe ocasionou desgostos. Ela era a consolação dos aflitos, o alívio dos doentes e o apoio dos fracos. Foi honrada com uma aparição da Santíssima Virgem e com várias visões.

Morreu santamente, no dia 29 de fevereiro de 1472, e alguns milagres aconteceram durante o funeral. Contra o costume, os habitantes de Áquila rogaram que o corpo ficasse exposto na igreja.

No dia 11 de setembro de 1847, Pio IX aprovou o culto imemorial prestado à beata.

Beata Antônia, rogai por nós!

Comentários

Pai das Misericórdias

Pedido de Oração

Enviar
  • Aplicativo Liturgia Diária

    Com o aplicativo Liturgia Diária – Canção Nova, você confere as leituras bíblicas diárias e uma reflexão do Evangelho em texto e áudio. E mais: você ainda pode agendar um horário para estudar a palavra por meio do aplicativo.